EXPECTATIVA E ALEGRIA = MOTIVAÇÃO

Na última semana do mês de março, nas aulas de Corpo e Movimento, tivemos a proposta de atividades na piscina, causando nas crianças expectativa e alegria pela chegada do grande momento.

Falando em expectativa e alegria, podemos pensar em motivação, que é crucial para formação de novos comportamentos motores e manutenção dos comportamentos já estabelecidos. Sabendo disso, utilizamos desta mudança de meio, para contribuir nos objetivos das aulas de Corpo e Movimento e proporcionar aos alunos um momento de diversão, convivência e aprendizado.

Utilizando de brincadeiras tradicionais como “pega-pega”, adaptando ao contexto do meio aquático e utilizando a criatividade e imaginação das crianças, pudemos brincar de “Crocodilo e Tartaruga”, onde os crocodilos não podiam colocar os pés no chão, deixando o corpo submerso e cabeça fora d´agua e as tartarugas podiam fugir de forma mais rápida com o corpo submerso. Assim trabalhamos de forma descontraída e segura, batida de pernas, consciência e organização corporal para sustentação, controle respiratório, planejamento motor, plasticidade cerebral para reorganizar o corpo no meio aquático, não faltou motivação!

Nas turmas de 08 aos 10 anos, também incluímos um jogo adaptado de vôlei com rede humana, utilizando o apoio de plataformas, dividimos em 3 equipes, sendo que uma equipe deveria ser a rede, caso a rede segure a bola, troca de lugar com o time que havia tocado. O jogo dinâmico fez com que as crianças procurassem estratégias, dentro d’água, também possibilitou que crianças menos habilidosas na modalidade se arriscassem um pouco mais, recebendo e atacando bolas, uma vez que a bola mais leve e absorção de impacto contribuía para tal, durante o jogo algumas turmas sugeriram adaptações, que também foi legal, demonstrando que compreenderam a dinâmica e objetivo.

Os jogos são caminho e possibilidade de contrariedades e as respostas a essas contrariedades geram a alegria da participação, dando à criança a oportunidade de absorver, gerar um processo e corresponder mais adequadamente, tendo uma organização cognitiva, motora e busca do controle afetivo-social, conhecimento de si, saber-se limitado e também capaz, que o esforço vale a pena, que organizar é importante e a ação faz parte do caminho, e nesse caminho teremos meios e podemos escolher a melhor parte.

 

Deivid Vital da Silva – Instrutor de Corpo e Movimento e Iniciação Esportiva do Liceu Plural

Recent Posts